Divisão de empilhadeiras da Komatsu tem crescimento no Brasil

Representante exclusivo da Komatsu Forklift , KK Logística, ampliou em 50% suas vendas no primeiro semestre e passa a atuar mais fortemente no mercado de peças de reposição

José Storino, diretor da KK Logística

José Storino, diretor da KK Logística

Uma das principais indústrias de empilhadeiras do mundo, a japonesa Komatsu ampliou suas vendas neste segmento do mercado brasileiro no primeiro semestre. Representante exclusivo para a marca Komatsu Forklift, a KK Logística registrou um crescimento de 50% no número de empilhadeiras vendidas em relação ao mesmo período do ano passado.  A expectativa da empresa, que tem sede em Barueri (SP), é de encerrar 2010 com cerca de 250 máquinas comercializadas e dobrar este volume em 2011. De acordo com José Storino, diretor da KK Logística, a procura por empilhadeiras de diferentes capacidades vem passando por um momento de aquecimento no Brasil em razão do crescimento econômico. “Durante a crise, os investimentos neste tipo de equipamento ficaram em segundo plano, mas no primeiro semestre de 2010 voltaram com força total. Por isso, a Komatsu Forklift vem olhando o mercado brasileiro com maior atenção”, explica. Entre os modelos mais comercializados pela KK Logística, estão empilhadeiras com capacidades entre 2,5 e 10 toneladas.

Maior fatia do mercado brasileiro e preços competitivos
Credenciada em 2009 como distribuidora exclusiva dos produtos Komatsu Forklift, a KK Logística tem como meta ampliar a participação da marca japonesa, que esta entre as maiores fornecedoras de empilhadeiras do mundo, no Brasil. “Com o crescimento que já obtivemos neste ano, passamos a ter cerca de 5% do mercado, o que é muito pouco perto da representatividade da Komatsu em outros países. Pretendemos explorar toda essa força para o mercado brasileiro” , diz Storino.
Além de conquistar novos clientes, a KK Logística também passa a oferecer mais facilidades no fornecimento de peças de reposição para os cerca de mais de 2 mil equipamentos já em funcionamento no Brasil. No mês de junho, a empresa fechou um acordo com a Komatsu para a importação direta de peças originais, o que representará uma série de benefícios para o cliente usuário final. “Com a importação direta, passaremos a ter uma maior disponibilidade de peças, além da possibilidade de oferecer preços melhores. Isso significa redução de custos de manutenção dos equipamentos e maior competitividade ainda para as empilhadeiras Komatsu no mercado”, completa.


Aeroporto Indústria: enfim, saiu o edital para Viracopos

O Aeroporto Indústria, finalmente, saiu do papel com edital da Infraero. Mais de um ano depois da data em que deveria entrar em operação – além de mais de seis anos de lançamento do projeto – a Infraero publicou nesta semana o edital de concorrência para a construção do aeroporto-indústria que vai ser implantado em Viracopos. A concorrência visa a concessão de uso da área comercial de 50 mil metros quadrados, destinada à administração e exploração comercial de condomínio industrial logístico. O recinto aduaneiro será administrado pela Infraero e mantido pelo concessionário. O prazo de concessão é de 20 anos, prorrogável por igual período.


Rodovisa planeja crescer 40% até 2011

Empresa, que tem sede em Campinas, abrirá no ano que vem sua primeira  unidade fora do estado de São Paulo

A Rodovisa – especializada no transporte rodoviário de cargas aéreas e marítimas e em serviços logísticos  – espera ampliar seu faturamento em 40% até o final de 2011. A empresa planeja investimentos até o ano que vem para a ampliação em 10% de sua frota(que atualmente é de 150 veículos próprios)  e aprimoramento em equipamentos, além da abertua de sua primeira unidade fora do estado de São Paulo, que deve ocorrer no segundo semestre de 2010. Atualmente, a Rodovisa conta com filiais nas cidades de Sorocaba, Guarulhos e Santos, além de sede em Campinas. Leia mais


Infraero reajusta tarifas de movimentação de carga

Conforme reunião da CCT – (Comissão de Coordenação do Terminal de Logística de Carga) realizada hoje, 30/06, a INFRAERO divulgou a nova TABELA DE COBRANÇA/PREÇO ESPECÍFICO, a vigorar a partir de amanhã, 1º de julho, a exceção, por hora, do item 17 (despaletização de carga).

Leia mais


Feira Logisvale Internacional tem recorde de estandes, de público e 90% de aprovação pelos expositores

Resultado de pesquisa de opinião, que acena com 90% de adesão para o próximo ano, leva organizadores a já lançarem 10ª. edição para 2011 com o dobro da área atual

A Feira Logisvale Internacional 2010 foi sucesso total.

Cerca de 90% dos expositores afirmaram que estarão no evento em 2011, fato que levou os organizadores, CIESP/SJC e GPA Comunicação, a lançarem a décima edição pra junho de 2011 com o dobro de estandes.

O público de cerca de 3.600 pessoas que passou pelo local superou todas as edições anteriores do evento, com a qualidade esperada pelos expositores. ”Fechamos dois ótimos contratos já durante a Feira, fato que caracteriza o seleto público visitante, interessado em negócios. Esse novo formato da Feira realmente ficou muito bom”, assegurou o expositor Carlos Sobrinho, diretor da INPA Embalagens, que participou do evento pela primeira vez.

O evento de abertura também foi um dos pontos altos do evento com aprovação de 94% de bom e ótimo entre os expositores entrevistados. Outro destaque da Feira, que será mantido para 2011, é a presença de setores-âncora entre os expositores como foi o caso da Embraer, Johnson & Johnson e GM – General Motors, com ainda mais ênfase na atuação e posicionamento no encontro.

Confira aqui as fotos da Feira Logisvale Internacional