Infraero muda inspeção de cargas de madeira em Viracopos

Em reunião extraordinária realizada no último dia 22 de outubro, a Comissão de Coordenação do Terminal de Logística de Carga do Aeroporto de Viracopos apresentou a nova sistemática que vem sendo utilizada para a inspeção de cargas de madeira.

No novo procedimento, após identificadas, as cargas com madeira bruta são segregadas em um espaço especialmente criado para essa função e, quando esta área estiver completa,  o Ministério da Agricultura é acionado para fazer a inspeção de todos os Leia mais



Feira Logisvale Internacional 2011 terá gás e petróleo entre âncoras

Feira de Logística e Comércio Exterior fica ainda mais valorizada com declaração do presidente Lula de que Petrobras fará do país “exportador de derivados de petróleo”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 18/10, na REVAP – Refinaria do Vale do Paraíba – que investimentos da Petrobras vão transformar o Brasil em um exportador não só de petróleo, mas também de seus derivados. Segundo ele, a venda desses produtos para o mercado externo trará mais renda para a empresa e para o País como um todo. “Não queremos exportar somente o óleo cru”, disse o presidente. “Queremos exportar derivados do petróleo, com maior valor agregado, com mais investimento tecnológico, para que a gente possa ganhar mais dinheiro.” Leia mais


Dólar reage com aumento de IOF para investimento estrangeiro

Nesta quarta-feira, primeiro dia em vigor do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6%, o dólar reverteu sua trajetória de queda e subiu 1,32% alcançando R$ 1,686. A alta é a maior obtida pela moeda desde o dia 29 de junho.

O anúncio do aumento do IOF de 4% para 6% para investimentos estrangeiros foi feito na segunda-feira (18) pelo ministro da Fazenda Guido Mantega. A medida foi vista pelo mercado como uma maneira de “ganhar tempo” em relação à guerra cambial que vem sendo travada entre os países. Outro aspecto que influenciou a alta do dólar foi o anúncio do aumento da taxa de juros na China.


MRS libera vias para transporte de cargas

A concessionária de ferrovias MRS Logística, que opera 1,7 mil km de trilhos entre Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, está investindo R$ 230 milhões em projetos que visam ampliar suas operações na Grande São Paulo e no acesso ao porto de Santos. Com isso, a empresa quer, num primeiro momento, triplicar a capacidade de transporte de cargas nessa região, para 24 milhões de toneladas e, no futuro, chegar até 56 milhões de toneladas.

Na sexta-feira, a MRS firmou com a Companhia de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo (CPTM) um acordo para segregação de 12 quilômetros de vias ferreas na Grande São Paulo. O trecho fica entre a localidade de Manoel Feio, em Itaquaquetuba, e Suzano, na região Leste da capital. Com a operação, nesse trajeto haverá linhas específicas para o tráfego de cargas e para o de passageiros. Hoje, com uma linha única, os trens de cargas não podem operar em horários de pico, reservados aos de passageiros, que já somam 2,2 milhões de pessoas e devem saltar para 3,7 milhões nos próximos anos. Leia mais